Notícias

A Programação

8:30 – Recepção

9:00 – 12:00: O que há de novo na Epilepsia: Diagnóstico. Tratamentos – Medicações, Cirurgia, Dieta Cetogênica, Estimulador do Nervo Vago. Preconceito-Estigma. Suporte Psico-Social. Direitos do Paciente. Políticas Públicas.

12:00 - 14:00: Intervalo

14:00 - 15:30: Epilepsia na comunidade indígena.

15:30 – 17:00: Epilepsia na escola.

Os convidados confirmados

Paula T. Fernandes (Presidente da ASPE)

Li Hui Ling (Vice-Presidente da ASPE)

Carlos Silvado (Secretário da Liga Brasileira de Epilepsia)

Fernando Cendes (Professor de Neurologia - UNICAMP)

Sérgio Amaral (Professor Faculdade Educação – UNICAMP)

Eduardo Caminada Jr (Viva Com Epilepsia)

Maria Cecília (Presidente da AFAG)

Monica Garbin (Tutora – UNIVESP)

Cleide de Oliveira Fernandes (Tutora – UNIVESP)

Sueli Adestro (Produtora ABCérebro)

Moacir Borges (Neurologista)

Ana Paula Borges (Médica-Residente)

Isilda Assumpção (Enfermeira do HC-UNICAMP)

Patrícia Tambourgi (Jornalista, Analista de Relações Internacionais)

Juliano Sanches (Jornalista)

Carolina Tonelotto (Cientista Social)

Edson Luis Gomes (Antropólogo, Fundador da Ameríndia)

Inscrição

A inscrição pode ser feita com a Sra. Sônia no Laboratório de Neuroimagem no Setor de Ressonância Magnética do Hospital de Clínicas da UNICAMP ou por e-mail This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. , anexando a cópia do comprovante de depósito.

Nome: Assistência à Saúde de Pacientes com Epilepsia

Banco Santander; Agência 0207; Conta corrente: 13.010204-6

O valor da inscrição de 25,00 reais será revertido para ações sociais da ASPE.

IMPORTANTE: Será expedido certificado de participação, sorteio de brindes. Os 50 primeiros inscritos ganharão o livro GIS – Grupo de Interação Social. Vagas limitadas, faça a sua inscrição hoje.

Quem somos

A epilepsia é a condição neurológica crônica mais comum em todo o mundo e afeta todas as idades, raças e classes sociais. Impõe um peso grande nas áreas psicológica, física, social e econômica, revelando dificuldades não só individuais, mas também familiares, escolares e sociais, especialmente devido ao desconhecimento, crenças, medo e estigma.

SAIBA MAIS!